Resultados do encontro de sócios
11-12 de Janeiro de 2002

Tal como foi oportunamente divulgado, realizou-se nos dias 11 e 12 de Janeiro de 2002, nas instalações do Centro de Acolhimento do Monumento Natural das Pegadas de Dinossaurio da Serra de Aire (vulgo Pedreira do Galinha), gentilmente cedidas pelo Director do PNSAC, Dr. José Alho, um encontro do Grupo Português da ProGEO. O encontro decorreu dentro do previsto, e apesar do número reduzido de sócios presentes, o programa foi cumprido na íntegra. Será enviada uma pequena notícia sobre este encontro para o Boletim da APG e para o ProGEO News.

Das diversas resoluções definidas no encontro destaca-se:

  1. Foi realçado o assinalável número de iniciativas em que o Grupo esteve envolvido em 2001 (ver relatório de actividades).
  2. Foi reconhecida a necessidade de uma maior visibilidade do Grupo embora algumas das acções que podem dar esta notoriedade estão dependentes de entidades externas (que agora aguardam o resultado eleitoral de Março próximo);
  3. Foi decidido que as propostas de classificação recebidas por sócios (e não só) serão enviadas para o ICN, entidade que mantém uma base de dados com um inventário de locais de interesse geológico. A listagem dos locais que estão nesta base de dados será oportunamente divulgada pelos sócios.
  4. Apesar de ser reconhecido que é importante continuar com o inventário de sítios, foi decidido adoptar a metodologia seguida pela ProGEO e no contexto do Projecto Geosites da IUGS.
    A Grupo irá propor a criação de categorias temáticas (o que em inglês é designado por frameworks) onde poderão ser definidos locais representativos de cada categoria com relevância internacional. Estão, neste momento, propostas doze categorias, a maior parte das quais no seguimento das já definidas em Espanha (ver documento publicado na Episodes):

    1- River network, ranas and Appalachian landscapes of the Hesperic massif
    2- Low coasts of the Iberian Peninsula
    3- Karts systems of Portugal
    4- Paleozoic stratigraphic series of the Hesperic massif
    5- Mesozoic series of the Lusitanian Basin
    6- Dinosaurs of the western Iberia
    7- Tertiary basins of the western Iberian margin
    8- The Iberian Hercynian orogene
    9- The Iberian pyrite belt
    10- Meso-Cenozoic of the Algarve
    11- The Azores triple joint
    12- Trilobites of the Valongo anticline

    O Grupo irá fazer os possíveis para, até final deste ano, ter a lista das categorias temáticas portuguesas para publicação na revista Episodes. Para tal, o calendário é o seguinte:

    i) Até final de Fevereiro, os coordenadores de cada uma das doze categorias (já definidos entre os membros presentes no encontro) tem a responsabilidade de pedir a especialistas reconhecidos em cada tema, informações de modo a ser elaborado um pequeno texto justificativo da relevância da categoria.

    ii) A compilação de todos os textos será enviada aos sócios do Grupo para que possam ser incluídas informações relevantes e/ou novas categorias temáticas (devidamente justificadas).

    iii) Cada categoria, para além do texto, terá de ser justificada com a apresentação de três locais, de relevância internacional, que se julguem os mais representativos da categoria. Para cada local deverão ser preenchidos as fichas de inventário já utilizadas pelo Grupo (também disponíveis no site do Grupo).

    iv) Em Novembro irá realizar-se um encontro de sócios do Grupo (para o qual serão convidados todos os que colaboraram na definição e justificação das categorias) com o objectivo de serem aprovadas todas as categorias temáticas propostas pelo Grupo. Deste encontro sairá o documento final que será enviado à Episodes para publicação e que marcará a entrada definitiva de Portugal nas grandes políticas internacionais de Geoconservação.

    Pretende-se ainda que, neste encontro, sejam definidas as normas para que seja elaborada em início de 2003 uma publicação de divulgação, em português e dirigida ao público em geral, sobre as categorias definidas para o Património Geológico nacional.
  5. Depois de definidas as categorias temáticas de relevância internacional, o Grupo preocupar-se-á com a definição de categorias temáticas de relevância nacional, seguindo a mesma metodologia de trabalho.